Ao provocar aumento da vacinação, passaporte vacinal demonstra que é uma arma contra qualquer perspectiva de fechamento da economia e também uma proteção ao bolso do comerciante

Além de impedir que não vacinados, que transmitem mais a covid e por mais tempo, exponham terceiro a um risco que ele escolheu para si próprio, a cobrança do passaporte vacinal traz outros benefícios.

Ele inegavelmente aumentou a procura por vacinas nos postos de saúde, o que contribuirá para a pandemia passar mais rápido e com menos danos. Além disso, ele protege o bolso do comerciante e o devido andamento da economia.

Já há quem defenda o fechamento de parte dela com o agravamento da pandemia. O ministério público do RN e a defensoria do estado pediram o fim dos grandes eventos por aqui.

E como o governo argumentou? Ora, mostrando que o passaporte vacinal elevou a procura pelas vacinas e é capaz de manter os espaços e funcionamento apenas com vacinados.

No passado não muito distante, as associações comerciais alegaram que não tinham nenhum problema em cumprir todos os protocolos. Não custa praticamente nada efetivar apenas mais esse em prol da normalidade econômica.

E, cabe enfatizar, o debate aqui é sobre o funcionamento da atividade comercial e não sobre falsos dilemas que interessam a ideologias radicais sustentadas por guerras culturais. Empresário que alicerça sua argumentação em negacionismo está preocupado com outros aspectos e não com o bolso.

Deixe um Comentário