Ataque ao BPC na reforma da previdência é bode na sala

O governo federal anunciou ontem (20) o envio do texto da reforma da previdência ao congresso. Entre outras mudanças há a proposição de alterar o benefício de prestação continuada, o bpc.

Hoje, ele é pago a idosos com mais de 65 anos, que passam a receber um salário mínimo. Pela proposta, ele passaria a ser concedido aos 60 anos, pela necessidade comprovada, mas seu valor seria de 400 reais.

Trata se de uma bode na sala, uma forma de dar algo ao congresso para ele vetar, sair por cima e aprovar o restante do texto.

Deixe um Comentário