Bastidor da operação da CGU/PF na Sesap

A operação feita hoje pela Controladoria Geral da União no RN, em parceria com a polícia federal junto a secretária estadual de saúde, casou desconfiança no governo do RN. A leitura é que há politização da operação, coincidindo com a primeira agenda oficial de Lula pelo nordeste no momento em que ele lidera todas as pesquisas. Já são três estados do nordeste que são alvo de operações da PF justamente quando Lula transita pela região.

Não se sabe exatamente o que a CGU investiga, já que tudo corre em segredo de justiça. Só é possível constatar que trata-se da aquisição de leitos covid para o hospital João Machado.

Os membros do governo com quem o blog conversou também estranharam o tom apocalíptico da nota emitida pela controladoria geral da união sobre o assunto, existindo um certo descolamento entre a narrativa e escala dos fatos e possíveis crimes em investigação.

Além da data coincidindo com a agenda positiva do presidente Lula e do tom da nota, dois pontos estranhos na operação circularam hoje pelos corredores da Sesap: 1. Os leitos do João Machado, objeto da investigação, foram abertos com recursos estaduais e a CGU não teria competência; 2. a tomada de preço foi feita com 6 empresas, com atestados técnicos e acompanhada pelo MPRN e MPF.

Deixe um Comentário