Bolhas e a imprensa bolsonarista

Adoro acompanhar a guerra das bolhas nas redes sociais. Eu sei, é meio mórbido, admito. Mas… Bem, estou impressionado com a forma como a imprensa bolsonarista age. Cabe um exemplo.

Os jornalistas foram isolados num prédio durante a cobertura da posse de Bolsonaro. Das 7 da manhã até o fim da tarde. Sem banheiro, sem acesso a água e outras questões básicas. Ainda assim, de celular na mão, começaram a twittar e relatar o cerceamento da atividade da mídia. Alegação dada pelo novo governo para a marmota: questão de segurança. Enquanto isso, os blogs e portais apoiadores de Bolsonaro tinham credenciais vips e circulavam tranquilamente, sem qualquer entrave.

Com a polêmica nas redes, os jornalistas da mídia pró-bolsonaro, na maior cara dura, fizeram vídeos, mostrando outras condições de trabalho e circulação aberta. Enfatizaram que tudo não passava de invenção da imprensa esquerdista, isto é, invenção da veja, folha, Estadão, correio, etc. Era notório que eles estavam em outro local. Nas suas comunicações, eles provocavam os seus seguidores, que são muitos, a repor a verdade (sic) contra os jornalistas da “oposição inconformados com a vitória de Bolsonaro” (era assim que eles falavam).

A estratégia deu certo porque os dois lados não se comunicam – o algoritmo ajuda no distanciamento – e para os bolsonaristas a imprensa não vale uma nota de 3. Não apenas os vídeos geraram, rapidamente, milhares de comentários, como também era possível acompanhar que muitos seguidores logo tomaram a iniciativa de entrar nos perfis dos jornalistas que denunciavam o ataque à liberdade de imprensa e a desferir todo tipo de xingamento.

Em início de governo a estratégia pode gerar resultado. É bom não subestimar o radicalismo que tomou conta de tudo. Mais: Bolsonaro pode ainda colocar um guizo nos veículos de comunicação do país como aqueles que “torcem contra o Brasil”. Ora, sua rede de robôs e memes em WhatsApp segue com toda força. Mas Bolsonaro precisará emplacar uma boa gestão. Do contrário, essa imprensa bolsonarista e mentirosa cairá junto com ele.

Deixe um Comentário