Bolivarianismo bolsonarista

A base de apoio de Bolsonaro no congresso deseja mudar o tempo de aposentadoria dos ministros do supremo tribunal federal. Hoje, eles ficam na ativa até os 75 anos. A ideia é fazer com que eles se aposentem de modo compulsório aos 70. Com isto, Bolsonaro teria condição de indicar dois ministros do STF em sua gestão.

Ora, trata-se de uma medida bolivariana, um modo de mudar, com casuísmo, a maioria do tribunal. Durante o governo Dilma, a idade da aposentadoria dos ministros foi alterada de 70 para 75, com a chamada pec da bengala, justamente para que ela não indicasse mais ministros. Além disso, havia a alegação – plausível – de que um ministro com 70 anos ainda tinha condições de trabalhar. A alteração, se prosperar, é negativa.

Deixe um Comentário