Bolsonaro e Mandetta alinhados contra as quarentenas totais

A dissonância entre o presidente Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta é jornal velho. De partida, Mandetta agiu corretamente sem o negacionismo do chefe diante do coronavírus. Foi elogiado e com razão. Porém, agora se encontram bem alinhados. Ambos defendem a chamada estratégia de mitigação: isolar os velhos apenas e deixar a doença seguir seu curso para a imunização coletiva.

Ontem (19), em sua tradicional live, Bolsonaro criticou os governadores que estão estabelecendo quarentena total pelas consequências econômicas. Na última entrevista coletiva do ministério da saúde, Mandetta disse que o MS segue o modelo inglês, ou seja, o de mitigação. A diferença entre os dois é de etiqueta e não de concepção.

Deixe um Comentário