Bolsonaro irá inaugurar um posto de saúde: nunca obras tão pequenas contaram com a presença presidencial; entenda a razão

A estratégia de comunicação do presidente Jair Bolsonaro é muito bem sucedida no que tange ao aspecto de investimento em infraestrutura. Os bolsonaristas têm a certeza de que a área recebeu muitos recursos e que o Brasil é um canteiro de obras. Na verdade é o contrário.

Mesmo olhando para o valor nominal, sem a atualização da inflação, os gastos com infraestrutura demonstram refluxo

O Brasil apresentou queda na gestão Bolsonaro de gastos no já referido setor. Daí o presidente começar a inaugurar obras que, no máximo, tinham a presença do quarto escalão do governo. De ponte de madeira, entrega de 50 casas até agora posto de saúde; tem de tudo um pouco. As fotos nos mais variados espaços do Brasil circulam criando falsa dimensão de investimentos.

O próprio Gazeta do Povo, um site bolsonarista, demonstra queda no investimento público e privado em infraestrutura

Só na inauguração de uma estação de trem aqui em Parnamirim/RN o governo federal gastou 550 mil reais com deslocamento da comitiva presidencial, segurança, palco etc. Além de se dedicar a isso, quando deveria buscar recursos para o Brasil por exemplo lá fora, são participações presidenciais que acabam sendo mais onerosas do que a própria obra. Provavelmente será o caso hoje no interior da Paraíba.

Por fim, a oportunidade cria boa janela para que o presidente continue em campanha, pois quase sempre a inauguração é acompanhada de passeatas e comício.

Deixe um Comentário