Bolsonaro mente sobre razão do cancelamento do Lockdown na Alemanha; também já tinha faltado com a verdade sobre falsa crítica da OMS contra a estratégia consagrada na epidemiologia

A primeira ministra alemã Angela Merkel cancelou o lockdown na Alemanha por não ter sido planejado em toda a sua logística de execução, já que não estava previsto em curto prazo e ideia só veio com o agravamento do contágio por lá. Ao ver que o curto prazo para divulgação o inviabilizaria na prática, recuou e pediu desculpas pela falta de planejamento.

O presidente Jair Bolsonaro espalhou, em declarações dadas hoje, de que o cancelamento aconteceu por arrependimento em relação ao próprio ato como estratégia de contenção ao coronavírus. Isto ocorre um dia após Bolsonaro alegar que é preciso estabelecer uma união nacional.

Ele já havia faltado com a verdade em seu último pronunciamento nacional, quando disse que a organização mundial de saúde condena a estratégia, o que nunca ocorreu.

Para maiores detalhes, leia as duas matérias abaixo que repõem a verdade.

Leia aqui.

Leia aqui.

Deixe um Comentário