Bolsonaro põe a culpa do desemprego em quem faz a estatística

Bolsonaro chega aos 100 dias de governo. Aos poucos, o passado começa a ficar distante e ele não terá mais o retrovisor para culpar.

Como disse que ia resolver tudo durante a campanha de 2018, gerando fortes expectativas, sofrerá com suas promessas não realizadas.

Diante do desemprego que não caiu, culpou a estatística pelos 13 milhões sem emprego. O dado, segundo ele errado, foi para a conta do IBGE, uma instituição governamental respeitada no mundo todo.

Deixe um Comentário