Bolsonaro virou cabo eleitoral do documentário brasileiro que concorre ao Oscar

O governo federal, através de sua conta oficial nas redes da secretaria de comunicação, chamou a autora do documentário democracia em vertigem, Petra Costa, que concorre ao Oscar, de mentirosa e de militante anti-Brasil. Ela fez críticas a Bolsonaro em entrevistas.

Com a popularidade que Jair Bolsonaro tem lá fora, não poderia ser empurrão maior na disputa pelo prêmio. Além, óbvio, de uma atitude autoritária.

Deixe um Comentário