Bolsonaro volta a esticar a corda contra o STF

O ministro Alexandre de Moraes deu diversos prazos e possibilidades para que o presidente Jair Bolsonaro desse depoimento sobre o vazamento ilegal feito por ele de inquérito sigiloso sobre as urnas eletrônicas e como ele teve acesso a algo que era secreto. Todos foram ignorados.

Agora o ministro determinou local e hora para que Bolsonaro conceda a sua versão sobre os fatos. Obviamente Bolsonaro se vitimiza e tenta colocar a situação como se ele estivesse sendo perseguido pelo STF. Trata-se de uma maneira de jogar sua militância mais uma vez contra o tribunal.

Ainda não se sabe o que o ministro Alexandre de Moraes pretende fazer caso o presidente descumpra ordem judicial.

Deixe um Comentário