Chile começa a vacinar pessoas entre 35 a 44 anos; a matemática bolsonarista alega que estamos na frente deles – entenda o erro

O Chile anuncia que começará a vacinação entre pessoas com 35 a 44. Segundo a matemática bolsonarista, nós estamos na frente deles.

A questão é que o bolsonarismo tenta impor um ranking por números absolutos. Como nossa população é muito grande, os cerca de 4% dos vacinados com duas doses no país nos colocam lá em cima.

Mas por qual razão esse número é errado? Pelo fato de que, para atingirmos a imunização coletiva, que é o que importa, temos que vacinar 70% dos cidadãos, conforme especialistas.

A estratégia da vacinação não é um dado individual, mas populacional. Enquanto não chegarmos no patamar dito acima, continuará a morrer gente pela covid-19.

Por isso que os estudiosos acompanham os dados relativos ao tamanho de cada país, já que a pandemia só irá arrefecer com a imunização coletiva. No quesito, estamos lá atrás. Na posição 72 entre as nações.

Deixe uma resposta