Com um pretexto fajuto, o presidente escapa de William Bonner e não participará da sabatina do jornal nacional

Do Antagonista

Com um pretexto fajuto, o presidente escapa de William Bonner

Jair Bolsonaro fugiu do Jornal Nacional.

O pretexto que ele arrumou para se livrar das perguntas de William Bonner foi patético: ele mandou dizer que a entrevista teria de ser feita no Palácio da Alvorada, e não no estúdio da TV Globo, como os demais candidatos.

A emissora desmascarou-o:

“O candidato Jair Bolsonaro não aceitou as regras da entrevista. Apesar de saber que as sabatinas seriam feitas nos estúdios da Globo, a assessoria de Jair Bolsonaro condicionou a concessão da entrevista a que ela fosse realizada no Palácio da Alvorada.

Depois das eleições de 2014, porém, a Globo decidiu que sempre realizaria as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República em seus estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições. A regra não foi contestada pela assessoria de Bolsonaro quando das entrevistas no g1 e na GloboNews.

A Globo rejeitou o pedido da assessoria.

No fim da noite de quinta-feira, a assessoria de Bolsonaro enviou e-mail reiterando a disposição de conceder a entrevista, desde que ela seja realizada no Alvorada, alegando para isso compromissos de campanha anteriormente assumidos. Diante das regras anunciadas reiteradas vezes, a Globo rejeitou o pedido e, por isso, a entrevista não será realizada.

O calendário das entrevistas com candidatos foi informado aos partidos em abril.”

O Jornal Nacional, portanto, vai sabatinar apenas Lula, Ciro Gomes e Simone Tebet.

Deixe um Comentário