CPI da Covid: Mandetta diz que há profissionais de saúde enriquecendo com falsos tratamentos nas redes sociais

O ex-ministro da saúde, Luiz Henrique Mandeta, ouvido hoje pela CPI da Covid-19, disse que os falsos tratamentos (com cloroquina, ivermectina e outros medicamentos ineficazes contra covid-19) nas redes sociais criaram um mercado novo.

O profissional de saúde se aproveita da baixa letalidade individual da doença – até 85% se cura sem precisar de atendimento hospitalar e 1% irá falecer – e ganha financeiramente com a cura natural, através da consulta cara por telemedicina no país todo.

No Rio Grande do Norte é possível assistir a isso?

Há um segundo ponto, que é o que pesquiso aqui em Natal, e também saiu em seu depoimento. A cloroquina e a ivermectina representaram uma satisfação para o povo sair à rua e deixar o isolamento sem medo. O resultado em Natal, por exemplo, é conhecido. A cidade tem 24% da população é 40% dos óbitos no RN.

Deixe uma resposta