CRM/RN fecha os olhos para a distribuição indiscriminada e ilegal de remédios ineficazes contra covid pela Prefeitura do Natal

Conforme a recomendação 04/2020 lançada pelo conselho federal de medicina e também referendada pelo conselho regional de medicina do RN em 05/2020, os médicos só podem prescrever remédios ineficazes contra covid 19, tais como ivermectina e azitromicina, após a obtenção da autorização do paciente e com a devida explicação de carência de cientificidade.

Não é o que ocorre em Natal. Basta ir fazer um exame de covid em algum ponto da cidade que a pessoa já leva os comprimidos. Há diversos testemunhos de natalenses nesse sentido. Tudo à luz do dia.

Segue a nota do CRM que ele não fiscaliza para o caso da prefeitura do Natal.

Nota do CRM/RN sobre a recomendação 04/2020.

CREMERN condiciona uso medicamentos às recomendações e consentimento do paciente

Qua, 20 de Maio de 2020

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (CREMERN) divulga as Recomendações nº 04/2020 no qual estabelece critérios e condições para a prescrição de medicamentos em pacientes com diagnóstico confirmado de COVID-19. O documento foi elaborado após sessão plenária realizada na última segunda-feira (18). O CREMERN esclarece de antemão que a Câmara Técnica de enfrentamento à COVID-19 e os Conselheiros estão cientes da falta de evidências científicas robustas para o tratamento dessa enfermidade. No presente momento, o descompasso entre os efeitos da pandemia e as respostas da ciência exigem um olhar diferenciado sobre essas observações.

Confira o documento completo com todas as recomendações para os MÉDICOS.

Deixe um Comentário