Depoimento de Moro como ação política

O juiz Sergio Moro entrou hoje no supremo, pedindo para que o seu depoimento, concedido à Polícia Federal e à Procuradoria Geral da República, seja publicizado. Segundo a justificativa, trata-se do direito à informação da sociedade.

Ou seja, ele falou por mais de oito horas aos delegados e procuradores, para que tudo seja aberto ao público.

Interessante, caro leitor, é que ele criticava Lula por fazer do depoimento, que seria segundo ele apenas processual, um ato político. Típica moral lavajatista.

Deixe um Comentário