Diálogos que revelam ilegalidades na lava jato jogam seus operadores no colo da extrema direita e reforçam reação autoritária de parte dos brasileiros

DIÁLOGOS QUE REVELAM ILEGALIDADES NA LAVA JATO JOGAM SEUS OPERADORES NO COLO DA EXTREMA-DIREITA E REFORÇAM REAÇÃO AUTORITÁRIA DE PARTE DOS BRASILEIROS

É possível notar duas consequências geradas pela publicação dos diálogos da lava-jato pelo The Intercept/Band News/Folha/Veja em que o hoje ministro Sérgio Moro figura atuando junto com a equipe de acusação, combinando operações e outras ações mais:

1. seus operadores estão cada vez próximos da extrema direita. Acompanhe os procuradores nas redes sociais. Aliás, possuir uma conta no Twitter já é uma posição de relaxamento do papel que deveriam exercer. Eles estão justificando todo tipo arbitrariedade como algo da maior normalidade.

2. A entronização da corrupção como principal problema do país leva, diante das revelações dos vazamentos, os defensores da Lava Jato a apoiar tudo contra o monstro-mor. Leis e instituições viraram detalhe. Ou melhor, empecilho. É sintomático que, a mesma manifestação de defesa do ministro Sérgio Moro, venha acompanhada do clamor pelo fechamento do congresso e do supremo tribunal federal. O boneco de super homem erguido nos atos do último dia 30 com o rosto do ex-juiz de Curitiba é o suprassumo de uma visão populista e messiânica de justiça.

Deixe um Comentário