Docentes da UFRN entram em greve dia 14 de junho

Da Adurn

Com expressiva participação, os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) deliberaram por entrar em greve dia 14 de junho. A decisão aconteceu em plebiscito realizado entre os dias 3 e 5 de junho, através de sistema eletrônico. Foram 507 (78,8%) votos a favor e 136 (21,2%) contra a deflagração da greve.

O movimento é nacional, integra a agenda nacional das principais centrais sindicais, com apoio da Frente Brasil Popular, e marcará um período de mobilizações e protestos contra a ideia, amplamente disseminada pelo governo de Jair Bolsonaro de que os direitos previstos na Constituição não cabem no orçamento e, portanto, precisam ser revistos.

Na pauta, a denúncia ao processo de desmonte do Estado Social, das políticas públicas educacionais e dos riscos de se desconstitucionalizar direitos, acabar com o sistema público e entregar a previdência para o mercado.

“A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”, avalia o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte.

O dirigente chamou atenção, ainda, para a representatividade e a legitimidade do processo de consulta, que permitiu o posicionamento de um número expressivo dos docentes. “O resultado do plebiscito é, antes de tudo, a consolidação de uma forma democrática de consultar os professores e de reforçar o papel das assembleias na medida em que ela inicia o debate, cabendo à Direção do Sindicato dialogar com toda a categoria”, afirmou.

Para Wellington, “a vitória do SIM com expressiva maioria reafirma a posição da nossa Diretoria em fazer parte dessa grande Mobilização em defesa da Educação, da Democracia e da Presidência Social. Caberá ao Sindicato e aos professores mobilizarem a UFRN para que a Greve seja, antes de tudo, um ato em defesa do futuro da UFRN e daqueles que a constroem”.

Participaram os professores sindicalizados e não sindicalizados. Ao todo são 2.364 aptos a votar.

Deixe um Comentário