É preciso levar a sério Olavo de Carvalho

O guru da extrema direita Olavo de Carvalho precisa ser ouvido e levado em consideração. Não porque o que ele fala é interessante, mas significativo. Sua incursão diz respeito a uma ideologia clara de projeto autoritário de poder com perigosa base social e política.

Não o acho burro. Penso que ele tem perfeita consciência sobre a implementação de uma agenda em que democracia vira estorvo.

O governo federal vem atacando setores munidos por qualquer tipo de identificação com uma visão iluminista de mundo. É isso que o Olavo defende e é o que a família Bolsonaro executa.

A guerra pregada por Olavo de Carvalho contra o “comunismo” (sic) acontece na produção cultural com ações de censura governamental, tentativa de esvaziamento das universidades, ataque à imprensa livre e aos credos religiosos que não estenderam tapete para a direita radical. O aparelhamento dos órgãos de controle e braços estatais representa o desejo de “desesquerdizar” o Estado. As loucuras na política externa também caminham por aí.

Olavo de Carvalho exerce fascínio sobre gente hoje com dinheiro e poder. É preciso compreender como isto se torna exatamente possível, até para conseguir fazer uma oposição contra ele e contra quem o segue.

Deixe um Comentário