A economia voltou a crescer: a questão é saber se o eleitor perceberá até o pleito de 2018

A economia apresenta francos sinais de recuperação em diversas frentes. Hoje, por exemplo, mais um dado positivo foi publicizado: a indústria cresceu mais de 5%, a maior elevação desde 2013. O cidadão voltou a consumir mais também. A questão fundamental, do ponto de vista eleitoral, é saber se o eleitor perceberá esta melhora, de forma significativa, até o pleito de 2018. Se sim, o governo terá amplas condições de influenciar a eleição do ano que vem. Caso não, candidaturas atreladas à máquina sofrerão.

Deixe um Comentário