Educadores de Natal aprovam indicativo de greve

Do Agora RN – Os educadores da Rede Municipal de Natal aprovaram indicativo de greve, durante Assembleia Geral virtual, conduzida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE/RN), e podem cruzar os braços a partir da próxima semana. A decisão coletiva foi tomada na tarde desta quinta-feira 24 de março. Na segunda, 28 de março, o indicativo será reavaliado em Assembleia presencial agendada para às 8h30, na Sede Social do América, localizada no Tirol.

Uma das reivindicações dos professores é a implementação do piso do magistério, de 33,24%, conforme estabelecido em lei federal. “A categoria pode paralisar as atividades por tempo indeterminado em protesto contra o descaso do prefeito Álvaro Dias. Omisso, o chefe do Executivo municipal se nega a negociar o Piso Salarial 2022 após tentar durante os últimos dois anos dar um calote na categoria e não implementar a correção de 2020”, diz texto divulgado pela assessoria de imprensa do Sindicato.

Os professores também alegam que a falta de estrutura física e sanitária para trabalhar nas escolas e CMEIs, sobretudo após o início da pandemia da Covid-19, é outra razão para a deflagração do movimento grevista. Uma outra motivação é a luta em prol da realização de concurso público na Rede Municipal.

Segundo documento publicado no site e nas redes sociais do SINTE/RN, os encaminhamentos da Assembleia de 24 de março seguem, em sua maioria, as deliberações da Assembleia anterior, realizada em 21 de março. (21/03). São elas: visitas às escolas feitas por dirigentes do SINTE/RN e pela categoria com o intuito de fortalecer o movimento grevista; reuniões com a comunidade escolar para esclarecer sobre as razões que conduziram à greve; elaboração de plano de mídia, englobando faixa, outdoor, spots, vts, carro de som, divulgação patrocinada nas redes sociais e adesivaço; acampamento de educadores/as após a deflagração da greve; pautar a realização de concurso público; e solicitar audiência com o Ministério Público.

Ano letivo da Rede Municipal de Natal começou na quinta 24

O ano letivo de 2022, que foi aberto na quinta-feira 24, pela Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), corre o risco de ser interrompido pela greve. A abertura aconteceu no Centro Municipal de Educação Infantil Professora Carla Aparecida Albernaz Bandeira,em Morro Branco.

De acordo com a titular da Educação, professora Cristina Diniz, o ano letivo deste ano está iniciando nos 74 Centros Municipais de Educação Infantil e nas 72 escolas de Ensino Fundamental, com praticamente todas as unidades atendendo os estudantes de forma 100% presencial. Apenas 14 unidades que passam por adequações estruturais estão em atividade remota.

“O ano passado ainda havia um rodízio de estudantes devido à pandemia, como os índices melhoraram e a situação está mais tranquila, nós estamos retornando de forma totalmente presencial”, justificou na ocasião a professora Cristina Diniz.

Ainda segundo a secretária, a Rede Municipal tem hoje mais de 55 mil alunos matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos, com profissionais qualificados e comprometidos com a educação pública de qualidade. “É uma alegria enorme para nós que integramos a Educação de Natal iniciar o ano letivo de 2022, conforme o calendário escolar planejado pela SME-Natal”, reforçou Diniz.

Deixe um Comentário