Em ano de eleição estadual, Fátima vira alvo mesmo apresentando proposta para o piso dos professores; Álvaro Dias, que não cumpre o piso desde 2021, é esquecido

A governadora Fátima Bezerra ofereceu aos professores o cumprimento do piso, através de acordo de efetivação integral dos 33% de aumento salarial até dezembro em todas as faixas do plano de cargos, cobrindo ativos e inativos. Os docentes preferiram a paralisação. Trata-se de um incremento nos gastos do tesouro de quase um bilhão de reais por ano. É uma conta complicada de fechar.

Enquanto isso, o prefeito de Natal Álvaro Dias segue com o piso em defasagem desde 2021. É sintomático que esta comparação na seja feita. Pior. Que Dias seja esquecido.

Em ano de eleição, tem gente apoiando a greve estadual e condenando qualquer paralisação no município. Quando o assunto é estado, fala-se na legitimidade do pleito dos professores. Mas basta Natal entrar na jogada para o sentimento de empatia com a categoria em questão sumir. Conta seletiva que na fecha.

Deixe um Comentário