Em nota, sociedade brasileira de imunização nega afirmações do ministro Queiroga e defende vacinação de adolescentes

Deixe um Comentário