Em segundo teste das urnas eletrônicas, não foram encontradas falhas; nenhum bolsonarista apareceu para acompanhar o processo

As urnas eletrônicas (e o código fonte) ficaram disponíveis por mais de 30 dias para averiguação pública.

Depois foi aberto um segundo prazo para testagem de segurança e tentativas de invasão. O sistema após ataques simulados permaneceu intacto.

Número de bolsonaristas anônimos ou representantes do presidente que apareceram:

0.

Deixe um Comentário