Em tempos normais o ministro Milton Ribeiro já teria caído

Em tempos normais, as denúncias envolvendo o ministro da educação Milton Ribeiro, sobre tráfico de influência e favorecimento, já teriam levado a sua exoneração.

Ele é culpado? Não, pois deve ter direito ao contraditório. Só que, diante das acusações de gabinete paralelo, favorecimentos não republicanos, ele teria de responder aos atos fora do cargo.

O presidente Jair Bolsonaro criou uma ambiência de realidade paralela em que o normal não vale para ele. E, claro, conta com a domesticação que ele promove contra o MPF, a PF e outros órgãos de controle.

Deixe um Comentário