Fátima diz que “expectativa é positiva porque o pico chegou”, e cita recuo da taxa de transmissibilidade

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira(24). Os casos confirmados chegam a 21.844. Os óbitos confirmados somam 814. Na coletiva, a governadora Fátima Bezerra(PT) esteve presente e reforçou, principalmente, o pacto pela vida. Também falou da perspectiva de retomada gradual das atividades econômicas no início de julho.

“Precisamos de união e solidariedade, para que a população compreenda, cada vez mais, que não tem vacina ainda para essa doença. A vacina mais potente e eficaz são as medidas de distanciamento, mesmo sabendo que não é fácil”, disse a governadora.

Fátima reconheceu o sacrífico do potiguar desde o período das medidas de isolamento social. ” São mais de 90 dias de medidas restritivas, e isso tem exigido um sacrifício muito grande de parte da sociedade. Entendemos claramente isso”, disse.

A governadora, por fim, anda disse que “estamos perto, se Deus quiser, de atravessar a fase mais aguda da pandemia”, para que se possa superar “essa fase mais difícil o mais rápido possível”.

Sobre a data limite de prorrogação das medidas restritivas, Fátima disse que vai depender da evolução da pandemia, e destacou que tem conversado com o setor produtivo e trabalhadores, mas quem dá o tom é a ciência.

“Nossa expectativa positiva. Positiva porque o pico chegou. A taxa transmissibilidade tá havendo recuo, e isso aponta uma perspectiva, digamos assim, favorável para que no dia 1º a gente possa dar esse passo”, finalizou, reforçando a importância do pacto pela vida e o cumprimento dos decretos.

Deixe um Comentário