Fogo amigo no ninho petista

Erra quem espera isolacionismo e radicalismo advindo de Fátima Bezerra. Já na campanha aglutinou forças plurais para vencer o pleito.

Na montagem do governo não vem sendo diferente. Se quiser aprovar o ajuste fiscal, precisará de todas as forças políticas disponíveis, além de honrar os acordos de campanha.

Porém, com as primeiras nomeações, vem da própria base os ataques contra quem está sendo prestigiado porque de fato contribuiu para a vitória. É algo periogoso para o bom andamento da coalizão que se inicia.

Deixe um Comentário