Fotografia do Brasil de hoje

Após ser assediada em voos comerciais, a presidente nacional do PT, a deputada federal pelo Paraná Gleisi Hoffmann, passou a viajar com segurança. Tornou-se fato corriqueiro anônimos insultarem autoridades e representantes eleitos em aeroportos com gravação e posterior postagem nas redes sociais.

O interessante é que a nota foi dada pelo jornalista Claudio Humberto como se ela fosse culpada por querer se deslocar apenas em situação de paz, portanto sem nenhum tipo de transtorno. A ação é descrita como sinônimo de arrogância.

Trata-se de uma fotografia do Brasil de hoje. Uma parlamentar que precisa andar com seguranças para exercer seu livre direito de ir e vir e, além disso, um jornalista que ainda tenta colar nela uma pecha negativa por buscar tranquilidade pessoal.

Veja a nota abaixo.

Do Diário do Poder

A atitude arrogante da deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) diante de cidadãos que a reconheciam em aeroportos foi substituída pelo comportamento retraída, talvez envergonha, como a parlamentar demonstrou ao embarcar em voo da Gol na noite desta quinta.-feira (20). Ela foi a última a embarcar, como recomendam seguranças de celebridades que se sentem ameaçadas.

Ao identificar-se para embarque, o funcionário da companhia exigiu que ela tirasse do rosto o ar de óculos escuros, que usava apesar de ser noite, a fim de ser reconhecida por sua identidade (não funcional). Acompanhada de um segurança ma-encarado, Gleisi se sentou na primeira fileira do voo da Gol, utilizando as três poltronas: ela se sentou perto da janela, o segurança na cadeira do corredor e a do centro permaneceu vazia. Somente quando o segurança se levantou para ir ao banheiro a foto foi possível.

Deixe um Comentário