Future-se: e se vier uma proposta boa?

Eu também tenho fortes restrições contra o atual governo como você. Porém, o Future-se ainda é um anteprojeto e que passará pelo longo escrutínio do congresso. E se vier uma proposta que represente avanço para a universidade? Ora, a Câmara e o Senado já demonstraram disposição para tanto, melhorando a proposta de reforma da previdência. Não custa nada ter boa vontade, opinar e ouvir. E, se for o caso, recusar com reflexividade. O protagonismo dos deputados e senadores é legítimo. Eles foram eleitos e se põem como poder moderador do bolsonarismo. Os grupos que fazem oposição a tudo dentro dos muros das instituições de ensino superior trabalham pra quem? Sem nem esperarem algo de mais concreto? Falo dos que bateram o pé contra o Reuni, Pronatec, Fies e Ebserh? Interesses eles têm e, pelo histórico, não há congruência entre eles e os que esperam que os IES se adequem aos novos tempos.

Deixe um Comentário