Hotel Reis Magos e o fla-flu de meia dúzia

no último fim de semana ocorreu protestos a favor da derrubada do hotel Reis Magos. Assim como aconteceu com a manifestação que pedia a manutenção do equipamento, o ato teve a participação de meia dúzia de gatos pingados. Só os mais ideológicos tomam pé na questão como algo que fosse de grande importância para a cidade. Trata-se de uma forma de antecipar o debate – e posição – sobre a revisão do plano diretor de Natal. De um lado, os que criminalizam empresários e vendem qualquer revisão do plano diretor como entrega do município para grupos mesquinhos. Do outro, os que criminalizam deptos universitários e movimentos sociais e relacionam qualquer preocupação com o social e o urbano como algo contra o desenvolvimento. O hotel Reis Magos nada tem a ver com o plano diretor. É algo menor. É o fato em jogo. As duas manifestações deixaram claro também que a maioria da população não está nem aí para essa guerra cultural e ideológica. Quer desenvolvimento e resultados concretos. Seria relevante os dois lados falarem sobre eles, isto se quiserem conquistar parcelas mais amplas dos cidadãos da capital.

Deixe um Comentário