Integrantes do Governo Admitem Que Bolsonaro Pode Atuar Para Barrar Eleições Em Risco De Derrota Iminente

Integrantes do governo federal confirmam que Jair Bolsonaro (PL) pode sim tentar dar um golpe caso perceba que será derrotado nas urnas, segundo Bela Megale, do jornal O Globo. Auxiliares de Bolsonaro citam suas declarações recentes como reflexos de um “cenário trágico”.

Bolsonaro acredita que será reeleito, segundo os governistas ouvidos. Ele costuma tratar a recepção que tem por parte da população nas agendas pelo país como termômetro de popularidade.

A aliados mais próximos, Bolsonaro diz que a hipótese de suspender a realização da eleição de outubro é uma possibilidade real. Ele usa em conversas privadas o mesmo argumento de suas declarações públicas: “se não tiver certeza que as eleições serão limpas”, elas não acontecerão.

O chefe do governo federal também crê que terá apoio das Forças Armadas em seu projeto. Os militares têm se somado a Bolsonaro nas críticas à Justiça Eleitoral e às urnas eletrônicas. Por outro lado, a cúpula das Forças Armadas têm dito publicamente que o resultado das eleições será respeitado.

Ministros de Bolsonaro afirmam que ele está em um “momento raivoso”, de sobressaltos. Para eles, a adoção das sugestões feitas pelas Forças Armadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para supostamente melhorar o processo eleitoral é um caminho para esvaziar as pretensões golpistas do chefe do Executivo.

Deixe um Comentário