Lula faz demonstração inquestionável de que não usará o cargo para vingança pessoal

Lula é fora da curva. Dialogar com os militares, grupo partícipe na pressão para que o STF mantivesse sua prisão ao arrepio do que consta na constituição, não é brincadeira. Demonstração inquestionável de que não usará o cargo para vingança, que faz política olhando pra frente.

A imprensa nacional noticiou que Lula abriu interlocução através de emissários com os militares. Além de garantias de que assumirá caso eleito, Lula se prontificou a manter os projetos das forças armadas e não mexer em sua reforma da previdência.

Política é assim. Não só acontece o que a gente quer. Há uma correlação de forças e, diante dela, passos são dados diante dos novos desafios. Não há espaço para ressentimento.

Deixe um Comentário