Lula usará livro de Janot para questionar Lava Jato no STF

Lula usará livro de Janot para questionar Lava Jato no STF

Defesa vê relatos de parcialidade nos casos do ex-presidente

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Extraído de seu blogdokennedy.com.br

O ex-presidente Lula contou a quem o visitou que já leu no fim de semana o livro do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Lula mostrou particular interesse por um trecho da obra em que o procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa em Curitiba, teria pedido ao então procurador-geral da República para priorizar investigações contra o PT.

A defesa de Lula entrará com mais um habeas corpus no STF levando em contas relatos feitos por Janot no livro. A estratégia do ex-presidente é aguardar que o Supremo julgue dois habeas corpus que questionam a imparcialidade de Moro e dos procuradores no caso do apartamento no Guarujá. Essas informações foram antecipadas ontem à noite no meu Twitter, o @KennedyAlencar.

O efeito Vaza Jato mudou ares no STF. Lula se sente fortalecido para enfrentar mais um tempo de prisão, se necessário. Não é bravata, diz um advogado do ex-presidente, a decisão dele de recusar uso de tornozeleira para deixar a prisão.

O pedido dos procuradores da Lava Jato para progressão de Lula para o regime semiaberto não tem precedentes no âmbito da operação. Dispensaram até o pagamento de multa, exigência que demandaram de José Vaccari, por exemplo.

A intenção dos procuradores da Lava Jato é tirar do STF pressão para analisar os HCs de Lula contra Moro e integrantes do MP. Dallagnol e cia. sentiram o golpe que as revelações da Vaza Jato causaram nos ânimos de integrantes do Supremo.

O livro de Rodrigo Janot se chama “Nada Menos Que Tudo”, feito com o jornalista Jailton de Carvalho. A obra, da editora Planeta, já circulou nas redes sociais.

Deixe um Comentário