Medo de contaminação

A comissão que avaliará a reforma da previdência na assembleia do RN conta com cinco parlamentares. Nenhum é da oposição.

A aprovação da reforma é inevitável. O estado não passa sem ela. E caso não aprove este ano, sofrerá restrições orçamentárias do governo federal, conforme foi aprovado pelo congresso.

Nesse sentido, conforme conversas de bastidor, a oposição preferiu não participar do debate mais diretamente. O tema é indigesto, mas tratar o assunto esticando a corda demais também trará problema com as elites locais e nacionais. Daí o afastamento.

Deixe um Comentário