Mudança de opinião de Bolsonaro no caso dos combustíveis é temor pela capitalização do tema pela oposição; Jean Paul Prates é relator da proposta

O presidente Jair Bolsonaro, que era defensor da autonomia dos preços da Petrobras, resolveu mudar de opinião esta semana. Ele quer congelamento dos combustíveis no Brasil. Sua tentativa de culpar os estados não funcionou.

A alteração de comportamento se deve ao fato de que a proposta de Jean Paul Prates avançar no senado, com a perspectiva real de melhoria dos preços dos combustíveis.

Bolsonaro teme que a questão seja capitalizada pela oposição.

Deixe um Comentário