Não convidar governadora para agenda administrativa no RN é atitude não republicana de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que virá esta semana ao Rio Grande do Norte em agenda administrativa e acompanhado de ministros. A visita ocorrerá de fato amanhã sexta-feira (21). Porém, não convidou a governadora Fátima Bezerra para o evento.

Ora, se a agenda é administrativa e o presidente foi eleito para isto, a governadora também é a representante legítima do RN. Não faz sentido deixar Fátima de fora, pois trata-se de relação que deveria ser republicana entre União e Governo.

Passa a sensação de que Bolsonaro coloca seus interesses eleitorais e ideológicos acima da liturgia do cargo e da vontade expressa pelas urnas do povo do Rio Grande do Norte. Com isso, a própria ideia de visita administrativa fica arranhada.

Deixe um Comentário