Não há turismo com vírus mortal descontrolado nas ruas; ritmo de vacinação lento impede viagens no Brasil, diz liderança do setor

A crise na indústria do turismo é nacional. Mais de 1 milhão de pessoas foram demitidas pelo setor no Brasil. Motivo deveria ser óbvio, mas parece que não é. Ninguém viaja para passear com um vírus mortal descontrolado nas ruas.

O presidente da Associação Nacional das Operadoras de Turismo, Roberto Nedelciu, alega nesta entrevista também que o setor só deve ganhar tração novamente em 2023. Conforme o representante, o ritmo lento na vacinação desmotiva as pessoas a viajar (leia aqui).

O Rio Grande do Norte não é uma ilha. Dizer que a situação distinta em outros estados, para plantar inveja entre os entes, é raciocinar ao arrepio dos fatos.

Deixe um Comentário