O Brasil tem uma “dívida” com Doria

O ex governador do estado de São Paulo João Doria anunciou que não tentará mais à presidência da República. Ele não se viabilizou. Está com 1, 2% nas pesquisas.

Doria se elegeu em 2018 alinhado ao bolsonarismo e depois tentou romper com ele para ser candidato. Não deu certo. Sua administração estadual segue reprovada em São Paulo.

Mas em um ponto sua contribuição foi fundamental. Não fosse o desejo de Doria de ser o pai da vacina contra covid-19, forçando o presidente Jair Bolsonaro a aderir, ainda que com muita resistência e com atraso à vacinação, a imunização no Brasil teria atrasado ainda mais.

Doria, através do Butantan, desempenhou papel de relevo no planejamento da vacinação no Brasil. Não sou eleitor dele, mas por uma questão de respeito aos fatos isto deve ser dito.

Deixe um Comentário