O ex-deputado Henrique Alves obteve decisão favorável à prisão domiciliar

Ele deixará o quartel da polícia militar a qualquer momento. Ele estava preso desde o dia 6 de junho de 2017.

Ele também terá de entregar o passaporte e ficará impedido de se comunicar com os demais indiciados.

Deixe um Comentário