O MP como carta de seguro do governo estadual

O governo Fátima foi criticado por não ter dado um passo na pandemia sem consensuar com várias cabeças, mas principalmente com os ministérios públicos. Os jornais e blogs locais estão lotados de críticas com essa perspectiva e elogios à prefeitura do Natal por contrariar recomendações do parquet.

Eu mesmo nesse blog critiquei, lá no início da primeira onda, o fato do governo ter aberto mão da contratação emergencial da publicidade institucional, atendendo a um pedido do MP. E, por isso, não nos esqueçamos – aquisição de material, abertura de leitos, organização da fila para acessar a UTI, isolamento social, tudo tinha a anuência e o acompanhamento do MPRN, MPF e MPT.

Ora, o fato é que esse comitê forjado pelo governo, comitê científico e ministério público será um anteparo fundamental para o que virá, pois o presidente Jair Bolsonaro tentará de tudo – além de sua base local – para tirar o foco do que ele fez no verão passado e no atual. Será uma das cartas de seguro do governo estadual.

Deixe um Comentário