O PSTU espera crescimento a partir de 2019 no RN

A expectativa tem fundamento. Um militante do partido explicou a situação para o índio poti.

Será inevitável para Fátima implementar um duro ajuste fiscal, o que poderá deixar a base sindical petista desprotegida.

Com isso, o PSTU espera ingressar nos territórios hoje controlados pela Central Única dos Trabalhadores.

O PSOL e o PCdoB, também fortes na disputa sindical, fazem parte da base de Fátima. Por isso, ficarão também sem discurso.

Deixe um Comentário