O que a fake news do viagra tem a dizer sobre o pleito de 2022 no RN

O governo do RN comprou Sildenafila 20 miligramas, dosagem específica para hipertensão pulmonar após determinação judicial por atraso de entrega do ministério da saúde; as Forças Armadas adquiriram a dosagem de 50 miligramas, que serve apenas para disfunção erétil. O que deveria ser ponto para o governo do RN e mais uma prova do revés do que os militares fazem com dinheiro público virou falsa equivalência.

Sequer seria permitido dizer que o governo do RN comprou “Viagra”, como foi possível ler nos títulos de algumas matérias. Mas a fake news foi embalada para gerar confusão, falsas comparações e barulho.

A comunicação do governo foi rápida em desmentir. Só que uma parcela da imprensa, desejosa da vitória bolsonarista, fatiou os dados que desmontavam a farsa, ocultando pontos nevralgicos.

O que ocorreu ontem (18) tratou-se de uma pequena amostra do que ocorrerá durante o pleito de 2022.

Há um indisfarçavel desespero no ar. Em 2023, o RN pode amanhecer com Fátima no governo e Lula na presidência. A base oposicionista, que controla o colossal e incomparável poder federal, pode virar o ano restrita ao orçamento municipal. O jogo já não está leve. E, ora, ele nem começou.

Deixe um Comentário