O STF reestabelece decreto estadual e torna sem efeito liminar concedida por desembargador do RN ao prefeito Álvaro Dias

O Supremo Tribunal Federal, através do ministro Alexandre de Moraes, reestabeleceu o decreto estadual, derrubando a liminar dada por Cláudio Santos ao prefeito de Natal Álvaro Dias, que restringiu o toque de recolher neste sábado, dia de feriado.

Era o consenso formado pelo próprio STF e seguido por Tjs desde o início – vale o decreto mais restritivo à pandemia.

Nunca teve contenda. Era apenas o desejo de alguns tomado por realidade.

Mas há consequência: tumulto informativo, a população sem saber o que seguir.

Quem ganha com isso? O vírus.

Amanhã, certamente, quem espalhou brasa não vai querer se responsabilizar por possíveis repiques de casos e mortes.

Deixe uma resposta