Os poderes do RN não podem querer autonomia financeira apenas para receita; devem ser responsáveis pelas suas despesas

Os aposentados e pensionistas estaduais dos poderes (AL, TJ, MP, Defensoria e TCE) relativos aos anos anteriores à 2005, praticamente não contribuíram. Alguns com cerca de 8% e não por todo período. Quem paga tudo é o executivo.

Seria de bom tom que os poderes também se dispusessem a pagar. Não adianta querer autonomia financeira só para receita e não para as suas despesas.

Conforme o presidente do Ipern, Nereu Linhares, a economia seria de 192 milhões por ano. Quase meia folha dos servidores.

Deixe um Comentário