Os potiguares não utilizaram o feriadão em prol do isolamento social; depois não adianta reclamar

O feriadão foi marcado pela antecipação da comemoração dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, que só ocorreria em outubro. Objetivo: aumentar o isolamento social. Na prática, não adiantou muito.

Conforme dados divulgados pelo governo, o indicador de movimentação dos potiguares marcou 41,9% de pessoas em casa. A esperança era de que ele atingisse os 60%.

Os hospitais públicos e privados estão lotados. Amanhã vence o decreto de isolamento social do governo. O poder público prometeu flexibilizar e começar o processo de reabertura caso atingíssemos 30% de leitos vagos para covid-19. Estamos bem distantes de tal condição.

A população não faz sua parte.

Deixe um Comentário