Paulo Guedes não pode ser o articulador de reforma da previdência

O ministro da economia, Paulo Guedes, foi à comissão de constituição e justiça da câmara defender a reforma da previdência.

Tudo corria bem até quando ele se enfesou com deputados da oposição, que o provocavam. Partiu para o ataque. Ele esbravejou e agradou o bolsonarismo. Mas deixou umas certeza. Não tem a menor condição de ser articulador da reforma.

Deixe um Comentário