PF realiza operação que investiga lavagem de dinheiro em licitações da Codevasf

Da CNN Brasil – A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quarta-feira (20), a operação “Odoacro”, que investiga um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

De acordo com os policiais, uma investigação constatou a existência de um esquema no qual processos de licitação fraudulentos eram utilizados para desviar recursos públicos.

A Polícia Federal afirma que as mesmas pessoas e empresas de fachada repetem um modus operandi neste esquema de condutas identificadas em 2015, quando a Polícia Civil identificou uma associação criminosa para desvio de recursos públicos de um município maranhense

“Após a referida operação policial, notou-se que o esquema criminoso não recuou, ao contrário, acabou crescendo exponencialmente nos anos posteriores, alterando, apenas, a origem da verba desviada – que passou a ser federal”, afirmou a PF, em nota.

A PF alega que foi descoberto que as licitações de “vultosos contratos com a Codevasf” sempre eram vencidos por pessoas jurídicas ligadas ao grupo.

“O líder desse grupo criminoso, além de colocar as suas empresas e bens em nome de terceiros, ainda possui contas bancárias vinculadas a CPFs falsos, utilizando-se desse instrumento para perpetrar fraudes e dificultar a atuação dos órgãos de controle”, acrescentou a PF.

No total, 80 policiais federais participaram da operação. “Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação, lavagem de capitais e associação criminosa. Somadas, as penas podem chegar a 16 anos de prisão”, concluiu a PF.

Deixe um Comentário