Por 2 votos a 1, CPI da COVID na Assembleia quer derrubar a participação do RN no consórcio nordeste aprovada por toda a Assembleia Legislativa

Por dois votos a um, a CPI da COVID na Assembleia aprovou requerimento para que o governo do RN saia do consórcio nordeste. O detalhe é que todos os deputados aprovaram o ingresso no consórcio em 2019. Ou seja, dois parlamentares querem mandar em 24. Não teríamos mais uma tirania da minoria, mas o fechamento do Legislativo Potiguar na prática.

Trata-se de um requerimento para fazer zuada eleitoral. A legitimidade é detalhe. O presidente da CPI, Kelps Lima, alegou indícios de corrupção. Poxa, que bom saber que um advogado de formação usa “indícios”, que ele guardou só para ele, já que não são públicos, para fazer uma acusação, já propor uma decisão e uma condenação. Afinal, estado de direito serve para quê, não é?

A análise da participação do RN no consórcio nordeste carece de avaliação sobre resultados efetivos. Quanto foi economizado em compras coletivas? Empregos gerados por projetos conjuntos? O que o RN investiu pra aderir teve resultado objetivo? Por exemplo, o nordeste tem os melhores índices de enfrentamento à pandemia. Foi pelo consórcio nordeste?

A avaliação foi bolsonarizada. E, sejamos claros, aonde há extremismo as evidências são as primeiras vítimas.

Deixe um Comentário