Privatização da Petrobras é lorota

Diante dos aumentos sucessivos de preços dos combustíveis, o presidente Jair Bolsonaro falou em privatização da Petrobras. Trata-se de uma grande lorota para desviar o foco da gasolina, por exemplo, que já passou dos 7 reais no RN. Uma privatização da empresa, além de politicamente difícil, seria bem demorada.

Ora, por fim, diante da questão em si, é curioso como a tragédia se repete como farsa. Em 2016, ao dolarizar o preço do combustível e alinhá-lo ao mercado internacional, a promessa era de queda do valor final na bomba. O discurso era também alicerçado na ideia que, com o tempo, o petróleo se tornaria supérfluo diante da economia mundial. O resultado da engação está aí.

Agora, 2021, a mesma conversinha. Vamos vender que o preço melhora porque, além disso, o petróleo será secundário como fonte de energia e a petrobras não valerá mais nada. Isto é, dobraram a aposta por dois caminhos – na manutenção intensiva do modelo que nos trouxe até aqui e na ideia de que todo mundo é otário.

Deixe um Comentário