Proporcionalmente, Prefeitura do Natal gasta cerca de três vezes mais em publicidade do que o Governo do RN

A oposição, sobretudo em Natal, fala sobre o gasto com publicidade do governo estadual. Porém, a prefeitura do Natal emprega verba proporcionalmente muito maior do que o governo do RN. Quando se distribui o montante por proporção em relação ao tamanho do orçamento e número de habitantes administrados, a diferença caracterizada é cerca de três vezes maior.

O orçamento do governo do RN para 2021 em relação à publicidade é de 19 milhões. Em um orçamento estadual de 13,2 bilhões, estamos falando em 0,15% – em valores arredondados – de gasto com propaganda. O custo é de mais ou menos R$ 5,3 por ano por habitante (3.534 milhões de potiguares).

Já a prefeitura do Natal emprega 13,7 milhões em publicidade. Seu orçamento previsto para 2021 é de 3.150 bilhões. A prefeitura destina 0.5% – em valores arredondados – do seu orçamento para propaganda. O gasto por habitante é de R$ 15,4 (890.5 mil natalenses).

Qual a razão da seletividade? Por qual razão a situação em Natal e seus apoiadores apontam o dedo em cenário tão adverso para eles?

Em valores proporcionais (orçamento e número de administrados), a prefeitura do Natal gasta cerca de vezes mais do que o governo do RN. Se o Governo do RN empregasse o mesmo que a capital, destinaria aproximadamente 55 milhões. Aliás, valor inferior ao que gasta o governo da Paraíba, que tem orçamento e tamanho relativamente semelhante ao nosso.

PS. Não há nenhuma criminalização da atividade aqui nessa postagem. A publicidade é ação legítima da administração pública no sentido de se comunicar com o cidadão e prestar devidamente suas contas, realizações, desenvolver campanhas educativas.

A intenção é só demonstrar a contradição em se criticar um orçamento de um ente quando se apoia outro, que gasta bem mais com o mesmo propósito.

Deixe uma resposta